Lúcia Barrenechea

Pianista, professora e pesquisadora

 

Formação e atuação acadêmica

 
Lúcia Barrenechea é natural de Goiânia, Goiás. Atualmente é professora titular de piano e música de câmara no Instituto Villa-Lobos da UNIRIO-Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro, onde também atua no Programa de Pós-Graduação em Música e no Mestrado Profissional em Ensino das Prátcias Musicais.
 
Realizou seu bacharelado em piano na Universidade Federal de Goiás, onde foi aluna da professora Glacy Antunes de Oliveira, e mestrado na Universidade de Boston, EUA, na classe da professora Maria-Clodes Jaguaribe.
 
Concluiu seu curso de doutorado em piano e pedagogia do piano na Universidade de Iowa, EUA, sob orientação da professora Réne Lecuona. Participou, como solista e pianista acompanhadora, de master classes de artistas renomados, tais como Caio Pagano, Yara Bernette, Homero Magalhães, Joseph Kalischstein, Menahem Pressler, Florence Kirsch, Julius Baker, Carol Wincenc e outros.
 
Lúcia Barrenechea foi, de 1994 a 2006, professora de piano na Escola de Música e Artes Cênicas da Universidade Federal de Goiás, onde atuou como coordenadora do curso de Especialização em Performance Musical e fez parte do corpo docente do Mestrado em Música, cursos oferecidos pela EMAC/UFG.
 
Em 2002, apresentou-se em Paris na I International Villa-Lobos Conference como recitalista e palestrante. Participou como pianista acompanhadora dos 24º, 27º e 28º CIVEBRA - Curso Internacional de Verão de Brasília (2002, 2005 e 2006). Foi pianista camerista em Festivais Internacionais de Flautistas da ABRAF (2000, 2007 e 2008). Em 2008 foi pianista convidada para tocar com artistas Püchner no V Encontro Internacional de Oboé e Fagote, realizado na Faculdade Cantareira em São Paulo.
 
Em 2007, participou como professora de piano e música de câmara no 4º Encontro Internacional de Pianistas do Conservatório de Tatuí-SP em 2007 e nas 29ª, 30ª, 31ª, 32ª, 33ª, 35ª e 36ª edições do Curso Internacional de Verão de Brasília (2007 a 2011, 2013 e 2014).
 
Publicou em 2000 um capítulo com Cristina Caparelli Gerling, "Villa-Lobos e Chopin: O Diálogo Musical das Nacionalidades", no livro Três Estudos Analíticos: Villa-Lobos, Mignone e Camargo Guarnieri, editado pelo Programa de Pós-Graduação em Música da UFRGS.
 
Foi co-organizadora do livro de partituras "A Música para Flauta e Piano de Francisco Mignone", juntamente com Sérgio Barrenechea e Clayton Vetromilla, publicação lançada em 2016. Para mais informações sobre a produção acadêmica de Lúcia Barrenechea, consulte seu currículo na Plataforma Lattes do CNPq.
 

Carreira solo

Atuando intensamente como solista, Lúcia Barrenechea apresenta-se regularmente em recitais por várias cidades brasileiras. Também atuou como solista em concertos com as Orquestras Sinfônica Estadual de São Paulo, Filarmônica de Goiás, Sinfônica de Goiânia, Sinfônica Jovem de Goiás, Sinfônica do Teatro Nacional Claudio Santoro e Sinfônica de Barra Mansa, sob a regência de Eleazar de Carvalho, Emanuel Martinez, Parcival Módolo, Eliseu Ferreira, Fabio Mechetti, Norton Morozowicz e Vladmir Prado.
 
Seu primeiro CD solo “Saracoteio - Piano Brasileiro” foi lançado em dezembro de 2009, pelo selo Ethos Brasil, e contém obras de compositores brasileiros.
 
Fez estreias de obras para piano solo de compositores brasileiros, como Alexandre Schubert, Caio Senna, Dawid Korenchendler, Estércio Marquez Cunha, Pauxy Gentil-Nunes, Edson Santanna, dentre outros.

Parcerias musicais

Reconhecida como notável pianista camerista, tem se apresentado com grandes nomes em destaque no cenário nacional e internacional e realizado projetos fonógraficos que envolvem o repertório de formações instrumentais distintas, como um CD de obras para trio com piano, com a violinista Mariana Salles e o violoncelista Marcelo Salles, e o CD "Oboé do Brasil" do oboísta José Medeiros.
 
Seu projeto mais recente foi a gravação em dois volumes de CD (Vol. I e II), DVD e Blu-Ray (Vol. I) de "Presença de Villa-Lobos na Música Brasileira para Violoncelo e Piano" (2013 e 2017), em parceria com o violoncelista Hugo Pilger, cujo repertório inclui a integral das obras para violoncelo e piano de Villa-Lobos, além de composições de outros compositores brasileiros. Este projeto rendeu a indicação para o 26º Prêmio da Música Brasileira.
 
Com seu marido, o flautista Sérgio Barrenechea, forma, desde 1989, o Duo Barrenechea, desenvolvendo um intenso trabalho camerístico com a formação flauta e piano. O Duo Barrenechea, lançou em 2008 seu primeiro CD Momentos em Paris, com repertório de músicas de compositores franceses. Posteriormente, gravaram o CD Triplo "A Música para Flauta de Francisco Mignone (2011) e o CD e DVD "Brasileiríssimo: Encontros (2015).

Entre em contato com Lúcia Barrenechea

Para agendar concertos, master-classes, cursos de curta duração, gravações, ou simplesmente entrar em contato com Lúcia Barrenechea, acesse o formulário abaixo.